Swarovski e Marie Claire em bate-papo sobre empoderamento feminino no Dia Internacional da Mulher

Ontem, 8 de março, foi comemorado o Dia Internacional da Mulher. E para comemorar a data, a Swarovski e a revista Marie Claire promoveram um bate-papo muito bacana com blogueiras e formadoras de opinião sobre o empoderamento feminino e empreendedorismo. Para mediar a conversa, contamos com a participação de mulheres poderosas: Laura Ancona (redatora-chefe da Marie Claire), Manuela Bordash (criadora do Steal The Look), Gisele Truzzi (advogada especialista em direito digital feminista) e Mônica Orcioli (diretora da Swarovski).

O debate aconteceu no showroom da marca, na Alameda Itú, por volta das 11 da manhã. E antes das discussões começarem, fiz alguns cliques para mostrar o espaço para vocês, que conta com os produtos que ganharam um toque todo especial com a ajuda dos cristais mais famosos do mundo.

IMG_5140

IMG_5138

IMG_5137

IMG_5136

IMG_5135

IMG_5134

IMG_5132

Para abrir o debate, Laura Ancona, redatora-chefe da Marie Claire, falou sobre a desigualdade de gêneros no mercado de trabalho, alertando que esse tipo de discussão deve ser cada vez mais abordado. Outra questão levantada por Laura é a licença maternidade, período pelo qual passou recentemente. Ela relembrou o caso da CEO do Yahoo!, Marissa Mayer, que teve apenas duas semanas junto ao filho: “se ela que é uma das maiores empresárias do mundo não teve tempo, quem dirá as outras mulheres que são menos privilegiadas?”, diz Ancona. O assunto também deu espaço para a licença paternidade, direito que os pais tem de ficar apenas 5 dias corridos de folga com a família após o nascimento ou adoção do filho. Porém, ontem mesmo, o governo sancionou uma lei que amplia esse período para 20 dias, mas apenas para funcionários de instituições que participam do Programa Empresa Cidadã.

Já a empresária Manuela Bordash, criadora do site “Steal The Look”, contou sobre as dificuldades que enfrentou após abandonar a carreira de modelo para se tornar um jovem empreendedora. “Como a profissão de modelo é uma das únicas que valoriza mais a mulher do que o homem, eu só comecei a sentir um pouco de preconceito quando decidi criar meu próprio negócio, e isso aconteceu até mesmo dentro da minha família.” Ela conta que, por ser jovem, mulher e gostar de usar de tênis, muitas vezes demora até conquistar a confiança de algum investidor, por exemplo.

IMG_5145

A advogada Gisele Truzzi, Laura Ancona – redatora-chefe da Marie Claire, Manuela Bordash – criadora do Steal The Look e Mônica Orcioli – diretota da Swarovski

Gisele Truzzi, advogada especialista em direito digital feminista e pornografia de vingança, dividiu com os presentes algumas histórias que vivenciou na profissão pelo fato de ser mulher, vir do interior de São Paulo e de família super conservadora. “Já tive que ouvir ‘fiu-fiu’ enquanto estava subindo ao palco para dar uma palestra e já teve juiz que me mediu de cima abaixo. Em uma área predominantemente masculina, temos que provar todos os dias que somos capazes só por ser mulher.”

Diretora da Swarovski, Mônica Orcioli falou sobre a importância das últimas conquistas femininas, mas alertou que esse processo precisa ser mais veloz. “Precisamos fazer 50 anos em 5, se não, só vamos conseguir uma igualdade salarial daqui uns 60 anos.” Mônica também propôs que um novo debate, com as mesmas participantes, ocorra futuramente para sabermos o que cada uma de nós pensa a respeito do tema, ou ainda, o que fizemos para ajudar no empoderamento feminino. Convite aceito!

IMG_5147

IMG_5148

Para mim, foi muito importante participar do bate-papo e conhecer as histórias/opiniões de outras mulheres a respeito do empoderamento feminino, assunto tão em voga nos últimos tempos. Muitas vezes, pequenas ações – como uma conversa – já é um passo importante para conscientizar as pessoas sobre a igualdade de gêneros e derrubar preconceitos.

Gostaria de agradecer a assessoria Index pelo convite, a equipe da Swarovski por me receber e a revista Marie Claire pelo debate tão caloroso sobre o tema.

Espero que tenham gostado!

Beijos 🙂

Oral-B e Turma do Bem juntos na Maior Triagem do Mundo

Não, gente, essa foto aqui em cima não é uma campanha antecipada para o Dia das Crianças (hahaha). Na verdade, o assunto de hoje trata de uma questão social bem séria: a falta de assistência odontológica para a população carente.

De acordo o Conselho Federal de Odontologia, 20% dos brasileiros não vão ao dentista por falta de dinheiro. E pior, mais de 20 milhões de pessoas nunca tiveram acesso a um consultório dentário! Chega a doer o coração ao pensar que enquanto milhares de crianças, jovens e adultos não tem condições básicas de higiene, há diversos casos de corrupção no país.

kit oral b a maior triagem do mundo  turma do bem blog what about now?

Para dar uma ajudinha nessa situação, a Oral-B e a Turma do Bem (uma associação de dentistas voluntários muito bacana) vão realizar a terceira edição da Maior Triagem do Mundo! Justamente no Dia Mundial do Sorriso (28 de abril), eles vão levar cuidados e atendimentos para milhares de jovens carentes entre 11 e 17 anos, em várias cidades do Brasil, América Latina e Portugal.

Para espalhar a novidade e incentivar a higiene bucal, a Oral-B me mandou esse kit com escova e pasta de dente da nova linha Pró-Saúde, e também um balãozinho com a hashtag da campanha, #AmaiorTriagemdoMundo! Os produtos da linha Pró-Saúde tem vários benefícios, como o combate às cáries, placa, tártaro, prevenção da gengivite, branqueamento dos dentes e muito mais!

placa kit oral b pro saude a maior triagem do mundo turma do bem blog what about now?

kit oral b pro saude a maior triagem do mundo turma do bem blog what about now?

Apesar da Oral-B dizer que ainda vão me mandar mais informações, já dei uma olhadinha no site da Turma do Bem para saber um pouquinho mais sobre a ação. Descobri que algumas em algumas cidades o evento será aberto ao público. Para conferir onde as triagens vão acontecer, basta clicar aqui.

E você também pode contribuir para melhorar um pouquinho essa realidade triste, tornando-se um Amigo da Turma. Basta fazer o cadastro no site (clique aqui) e doar o valor que se encaixe melhor para você.

Vou aguardar as próximas instruções pela Oral-B e logo escrevo contando tudo!

Muito obrigada, Oral-B, por me mandar as informações sobre esse projeto incrível e também pelo kit fofo!!!

Abraço 🙂

Atualização:

De acordo com os novos dados que a Oral-B me mandou, a ação da Maior Triagem do Mundo vai acontecer simultaneamente em cerca de 300 municípios do Brasil, em outros 10 países da América Latina e em Portugal. Eles esperam atender cerca de 60 mil jovens neste dia (28 de Abril).

O processo de triagem vai funcionar assim: um dentista faz uma avaliação visual odontológica dos jovens, preenche uma ficha com os dados e condição socioeconômica da família. O mais legal é que os jovens selecionados vão ganhar tratamentos gratuitamente até completar 18 anos.

Incrível saber que existem pessoas e marcas que transformam nosso mundo em um lugar melhor e solidário. Obrigada!

🙂 🙂 ❤ ❤

Novo espaço esportivo do Colégio São Luís tem inauguração com show de Nonô Lellis, aluna e semifinalista do The Voice Brasil

Como muitos sabem, eu estudei no Colégio São Luís (Noturno) durante o Ensino Médio. Esse foi um período muito importante em minha vida, pois sempre me senti em família. E não é porque estou terminando a faculdade de Jornalismo que deixo de estar por lá sempre que possível…

Hoje fui convidada para participar da inauguração do novo ginásio do colégio, um verdadeiro complexo de esportes de última geração para os alunos, com direito a arquibancada retrátil, piso com grama, palco móvel e muito mais. E para comemorar à altura, a aluna e semifinalista do programa “The Voice Brasil”, Nonô Lellis, fez várias apresentações para os estudantes.

novo ginásio do colégio são luis

Com a ajuda de sua banda, Nonô cantou sucessos como “Thinking Out Loud” (Ed Sheeran), “I’am Not The Only One” (Sam Smith), “De repente, Califórnia” (Lulu Santos), “Let It Go” (tema do filme Frozen) e “The Climb” (Miley Cyrus).

Nonô Lellis show no colégio são luis

inauguração ginásio colégio são luis Nonô Lellis

Veja um trechinho da Nonô cantando “Let It Go”

Para prestigiar o evento, levei comigo a Rafaella Santos, minha amiga desde os tempos de colégio. Depois da apresentação, fiz uma entrevista super legal com a Nonô e a Rafa fotografou todos os detalhes do evento. Veja como foi:

Você nasceu no Rio de Janeiro, mudou com sua família para São Paulo aos 9 anos e logo depois decidiu estudar canto. Nesse momento você já imaginava que gostaria de seguir a profissão de cantora?

Eu sempre quis ser cantora. Com seis anos eu já cantava, então foi a realização de um sonho ter participado do “The Voice”. Foi minha avó que me colocou nas aulas de canto aos 9 anos e a partir daí eu vi que era realmente isso o que eu queria fazer. Eu sabia que era um sonho, mas se corresse atrás iria conseguir. Desde então eu venho fazendo aulas e treinando muito.

Em plena era digital, você começou divulgando seus vídeos pela internet e nas redes sociais, que acabaram fazendo sucesso. Você esperava essa repercussão toda?

Eu não esperava. Gravei meu primeiro vídeo aos 10 anos, cantando uma música da Hannah Montana e postei sem muito interesse. As pessoas acabaram gostando e era um vídeo simples, só comigo, a web can e minha cama atrás. Depois disse eu comecei a postar vários vídeos nas redes sociais, que chegaram a 700 mil curtidas. As coisas foram crescendo, foi algo absurdo e demais.

Em 2014 você decidiu participar do programa “The Voice Brasil”, da Globo. Como foi a emoção de cantar na audição às cegas, esperando que jurados de peso como Lulu Santos, Claudia Leitte, Daniel e Carlinhos Brown se encantassem pela sua voz?

Eu fiquei muito nervosa porque tem muita gente talentosa. Várias pessoas fazem audição no mesmo dia e você fica naquela ansiedade de querer subir no palco e cantar logo, sem saber se vai passar ou não. Quando finalmente falaram que era a minha vez, a minha garganta secou e fiquei muito nervosa. Mas aí eu parei e pensei que aquela era minha chance e não podia perder. Eu tinha que fazer valer. Quando o Carlinhos Brown virou e em seguida a Claudia Leite, eu fiquei tão aliviada, é muita emoção e adrenalina.

A cantora Claudia Leitte foi a sua primeira técnica no programa. Como foi essa experiência? Ela te deu alguma dica especial?

A Claudinha é uma fofa e muito real dentro e fora das câmeras. É uma pessoa muito doce, sincera, tem um bando de ideias e é muito elétrica. O que ela falou para mim sobre sempre ser eu mesma é algo que vou levar para o resto da vida.

Em seguida, o Lulu Santos te levou para o time dele e não escondeu o favoritismo por você. O que você aprendeu com ele?

O Lulu é um gênio. Minha mãe é apaixonada por ele, tinha todos os CDS e a gente sempre ouvia quando era pequeno. Por isso eu cantei “De Repente, Califórnia” no “The Voice”. Ele sempre fazia eu me sentir bem. Quando ele me pegou para o time dele na batalha, eu me senti muito aliviada com o abraço dele. Foi como se eu estivesse desabafando tudo ali. Ele foi como um pai para mim.

Entrevista com Nonô Lellis Colégio São Luis

Apesar de não ter levado o primeiro lugar, não tem como negar que o público se encantou por você. Você chegou a fazer um show especial para os fãs no Ibirapuera. Como é receber esse carinho?

As duas primeiras apresentações não foram ao vivo. Depois de fazer as duas, as pessoas não sabiam quem eu era porque ainda não tinha ido ao ar ainda, ninguém sabia que eu estava no “The Voice”. Quando eu cheguei no tira teima (ao vivo), eu não acreditei que tinha ganhado com 59% dos votos do público. Eu não sabia que as pessoas gostavam de mim, eu sabia sabia só da minha família, mas eles não iam conseguir tudo isso sozinhos. A partir daí as pessoas começaram a me procurar nas redes sociais e tudo foi crescendo.

Você ainda estava cursando o segundo ano do Ensino Médio no Colégio São Luis enquanto participou do “The Voice”, que fica no Rio de Janeiro. Como você fez para se adaptar ao tempo das aulas e a preparação para o programa?

Eu recebi muito apoio dos meus amigos, família e professores porque eles sabiam que isso era a minha carreira. Eles me apoiavam falando “Você vai, tenta fazer ao máximo para equilibrar os dois e estamos aqui para te apoiar”. Esse apoio foi fundamental para mim, porque se não eu acho que ficaria doida.

Como estão sendo as apresentações aqui no Colégio para inaugurar o novo espaço esportivo e cultural?

Esses estão sendo os meus primeiros shows com a banda. Eu fico muito nervosa antes de qualquer show, mas aqui eu me sinto em casa, porque além de cantar eu estou aqui no colégio. É ótimo.

O que você anda fazendo por agora? Algum projeto novo?

No momento eu só estou selecionando repertório para gravar algo depois.

Entrevista Nonô Lellis Blog What About Now? Colégio são Luis

Clique com a Nonô Lellis depois da entrevista

Gostaria de agradecer ao Colégio São Luís, a Barbara (assessora de impressa do colégio) por me convidar, a Rafaella por ser minha colaboradora especial e a Nonô por essa entrevista super bacana!

Eu e a Rafaella após a entrevista com a Nonô Lellis

Eu e a Rafaella após o show da Nonô

Gostou da entrevista? Deixe seu comentário…